Início Dicas 3 formas de fazer “aquele” caloteiro te pagar sem fazer vexame

3 formas de fazer “aquele” caloteiro te pagar sem fazer vexame

13792
0
COMPARTILHAR

Essas são boas dicas para quem trabalha por conta própria e acaba confiando em determinadas pessoas que não honram sua palavra. Ai vão 3 top dicas para você conseguir reaver seu dinheiro de volta sem ficar no prejuízo!

1 – TENHA PROVAS QUE VOCÊ COBROU E ELE DISSE QUE PAGARIA ADMITINDO A DIVIDA

Uma conversa no Whatsapp, facebook, promissórias assinadas, recibo com data de pagamento assinado e tudo aquilo que comprova a venda e que a pessoa tenha assinado ou dito e saiba que você esta cobrando. Fale com a pessoa educadamente, cobre e peça para ela uma data para fazer o pagamento. Isso é importante porque não fica somente em suas palavras que a pessoa te deve e não te pagou como combinado. Num dado momento durante a cobrança mostre essas provas de que ela comprovou que pagaria e não o fez, para pressioná-la a pagar. Caso não dê certo, guarde essas provas e vamos ao passo 2.

2 – FAÇA A COBRANÇA E TENTE UMA NEGOCIAÇÃO RAZOÁVEL

A pessoa pode não ter dinheiro em espécie para efetuar o pagamento naquele momento, então se você quiser pode negociar a dívida por produto ou serviço caso a pessoa preste serviço ou também trabalhe por conta própria. Também é uma opção dar bens que cubram o valor da divida, em bom estado de uso, um celular uma televisão etc. E se mesmo assim ela não quiser negociar, você pode acioná-la judicialmente.

3 – ENTRE COM UMA PETIÇÃO NO TRIBUNAL DE PEQUENAS CAUSAS

Vá ao tribunal de justiça da sua cidade ou estado e verifique as normas. Em alguns casos o valor não poderá ser superior a 20 salários mínimos se a pessoa for pessoa física. Feito a entrada com as provas que recolhemos das negociações a pessoa receberá pelo oficial de justiça em sua residência uma intimação para uma audiência de conciliação para entrar em acordo. Caso o acordado não seja cumprido, a própria justiça impõe os juros e toma as providencias necessárias para o pagamento podendo até descontar do salario da pessoa caso possua carteira assinada com alguma empresa. Mas aqui em entre nós: Que caloteiro não pagaria após ir perante o tribunal?

Boa sorte e que você possa sair do preju em 2016.

COMPARTILHAR